Recalculando… - Janaina Velloza

junho 16, 2017by Janaina Velloza

Sabe aquele barulhinho do WAZE quando o aplicativo faz o recálculo da rota? Lembrou? Pois então. Eu ouvi esse barulhinho há pouco mais de uma semana repensando os processos de Coaching que atendi até então, com a ajuda de uma das minhas parceiras de estrada profissional, Carol Nalon (Obrigada de coração, Carol!).

 

Vou explicar: Quando comecei a atuar como coach defini que somente atenderia mulheres e acabo de alterar o nome da minha fanpage/site: De “Janaina Velloza Coaching para Mulheres” para “Janaina Velloza Coaching”. Algumas pessoas me perguntaram sobre as razões dessa mudança de rota. Li e ouvi: Deixou de ser feminista? Não é mais a favor da causa? E eu respondo: Definitivamente essa mudança nada tem a ver com isso.

Continuo defendendo sim que a igualdade de gêneros é um assunto de extrema importância. Nunca me considerei uma ativista, apesar de ter pensado em atender somente mulheres com o intuito de promover empoderamento feminino. O fato é que nunca deixaram de chegar até mim clientes homens, com questões tão genuínas e tão desafiadoras quanto as trazidas pelas mulheres. A bem da verdade, escolho aqui confessar que pouco via diferença em razão do gênero em meus atendimentos, e concluo: As diferenças são peculiares a cada um de nós, a cada cliente, homem ou mulher, com seu jeito único de ser e pensar que enriquecem o meu dia a dia no trabalho e na vida.

Decidi não ignorar o fato de homens estarem tão afoitos por buscar ajuda para solucionar questões profissionais e pessoais, afinal, cada vez mais se sentem autorizados a fazê-lo, e ainda bem (parte 1), pois procurar ajuda para resolver questões da vida não é mais somente uma atitude da mulher. É cada vez mais comum, homens querendo cuidar de seu lado emocional, e ainda bem (parte 2). Este último suprimido e muito, inclusive sem muita consciência por parte deles, por uma educação/sociedade machista. Que homem nunca ouviu a famosa frase: “Pare de chorar, homem não chora!”? Quando na realidade “chorar” é da natureza humana. Empoderamento feminino só é possível trazendo homens também para essa jornada.

Portanto, rota recalculada e que a mim continuem chegando as pessoas (sem distinção de qualquer natureza, independente de gênero, raça, credo, sexualidade) para as quais eu serei útil com o meu trabalho. Amém.

by Janaina Velloza

Formada em Coaching Ontológico pelo Instituto Appana e Woman To Be, analista comportamental formada pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching), membro da ICF (Internacional Coach Federation) em processo de certificação. Idealizadora do workshop “Dando um novo sentido ao trabalho” e do Programa “Coaching no Escritório“, atualmente cursando o Programa Pathwork de Transformação Pessoal.

ENTRE EMContato
Atendimento com horário marcado.
NOSSOEscritório
https://janainavelloza.com/wp-content/uploads/2019/04/img-footer-map.png
SIGANossas Redes Sociais
Acompanhe nossas redes sociais e compartilhe.
ENTRE EMContato
Atendimento com horário marcado.
NOSSOEscritório
https://janainavelloza.com/wp-content/uploads/2019/04/img-footer-map.png
SIGANossas Redes Sociais
Acompanhe nossas redes sociais e compartilhe.

© Janaina Velloza. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Estúdio Copacabana.

© Janaina Velloza. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Estúdio Copacabana.

Abrir bate-papo
1
Precisa de ajuda?
Olá! Posso te ajudar?